Arquivo mensal: janeiro 2012

I QUARTA EM MOVIE


“Palavras que amamos tanto, há muitos anos, dormem em dicionário.
Hoje tirei do sono três palavras para dar de presente a você: Livre, Terra e Irmão.
Quando escritas, lê-sepoesia; se faladas, são melodia; somadas, fazem novo dia”
(Correspondência, de Bartolomeu Campos de Queirós. Editora Miguilim)

O Coletivo N.A.S.A orgulhosamente iniciou mais um projeto, o Quarta em Movie…
Em parceria com o Gambalaia (http://www.gambalaia.com.br/) e a Corjas Filmes (http://tinyurl.com/78p6uy7), quarta, 25 de janeiro, estreamos o Quarta in Movie, em grande estilo, com a exibição do Documentário Keralux, ‘ onde a comunidade conta a história do Bairro Jardim Keralux e os casos confundem-se com a vida de cada um. Este bairro ainda enfrenta diversos conflitos socioambientais e busca a regularização fundiária’.
O documentário desperta varias perguntas e certezas…. Quais os direitos da população perante a constituição? È pedir muito ter um lar digno? Por que quem deveria proteger e conhecer esses direitos estão tratando a população com descaso e ignorância? ‘POR QUE ESTA ACONTECENDO AQUILO?’ …  Bom algumas das respostas são muito claras e vergonhosas. A informação e a união fizeram toda a diferença para que a comunidade conseguisse vencer suas batalhas. È preciso acreditar e não temer, pois todos nos temos nosso direito como cidadãos. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm

Fechamos a noite com um pequeno debate junto a Corja Filmes, o representante do Instituto Jd. Keralux, Ronaldo e a ex vereadora e assistente social Ana Martins, que enriqueceram a noite.  Ouvimos e sentimos a força da comunidade.  Ana Martins, mulher de garra que com muita inteligência e coragem enfrentou e liderou esse movimento contra o despejo. Foram citados os acontecimentos em Pinheirinho, onde também, covardemente a violência prevalece e a justiça não chega ao povo.
Hoje em dia o Jd. Keralux possui 8.000 morados e ainda enfrentam as dificuldades sócio ambientais, entre outros conflitos… podem a luta continua e a cada passo, uma conquista.

Debate - I Quarta em Movie

Enfim… uma noite de conhecimento e responsabilidade ! Obrigada a todos que compareceram! Unidos somos mais!

E saiba que sua responsabilidade social é muito mais do que apenas compartilhar as noticias nas redes sociais, todos nos podemos fazer muito mais! Não pense que apenas a população carente é desinformada, se informe também… Cidadania é o exercício de direitos e a cobrança de deveres de cada um e de todos!

Anúncios

VII – Terça em Movimento 17/01/2012

Reciclagem Tupinikim

BEM VINDOS 

No dia 17 de janeiro de 2011, tive a honra e a satisfação de ser convidado para registrar a primeira edição do ano do Terça em Movimento, evento cultural independente e sem fins lucrativos, cuja o seu único objetivo é de propagar e incentivar as diversas vertentes da arte e cultura urbana para os jovens do ABC. Evento idealizado e realizado pelo projeto Coletivo N.A.S.A., o qual já tem um histórico de várias edições de sucesso.

Graffiti

Apesar do meu contato com a fotografia ser por na maior parte do tempo profissional e comercial, para essa inserção fotográfica, a organização do evento me deu total liberdade para fazer as fotos do modo que eu preferisse, quando isso acontece, o trabalho deixa de ser aquilo que você faz em troca de uma recompensa e esse ato se eleva para outro patamar, em que se faz algo por satisfação, prazer e própria natureza. Essa foi a energia que senti e vi em todas as pessoas envolvidas nesse projeto.

Estandarte Porto de Luanda

Para quem esteve presente pode prestigiar o MARACATU PORTO DE LUANDA, que abriu os caminhos do ano com seu baque virado forte, feliz e pesado. Foram 50 minutos de apresentação enérgica e pouca conversa entre os espectadores que pareciam hipnotizados ao som dos tambores.

Dançarina do Porto de Luanda
Maracatu de Baque Virado

FERNANDO POLICENO, trouxe seu Rap reflexivo, começando o show com a nova tijolada “inabaláveis estruturas”, trazendo a tona a força que o Rap tomou e o rumo correto que deve-se tomar para não perder a essência do ritmo e poesia. Contou com a participação do Mc T M.

Fernando Policeno

KAS DUB SELECTA trouxe sua seleção massacre-ataque de música jamaicana de qualidade e, como de seu costume, só consegue parar de tocar quando é expulso de seu posto por seguranças fortemente armados. Parou as 2:30 da madrugada pois o público já havia se ausentado.

POSITIVAS ENERGIAS PARA 2012

Os Graffiteiros do 5LADOS (FiveLados) chegou chegando com Droolean, Dicko e Porko, debaixo de chuva ou não concluíram seu trabalho com excelência, já o DANIEL BERNARDINELLI (FONTES URBANAS) infelizmente, por motivos de força maior, não conseguiu chegar ao evento devido ao caos da chuva do dia instaurado na cidade.

5Lados (FiveLados)

CINEDOC apresentou uma seleção de curtas da Corja Filmes, o EMPRÉSTIMO DE LIVROS E VINIS continuou recebendo mais exemplares e emprestando os mesmos

BAZART também teve suas participações reduzidas devido aos problemas da cidade.

ANTI-POP CREW

DEBATE: ARTE OU VANDALISMO?

Esse com certeza foi um espetáculo a parte, mediado por Michel CenaSete, enfim, os debates tomaram forma e acabaram saindo da roda. Viu se claramente a conversa passeando pelo local trazendo o público a refletir sobre a arte contemporânea. Infelizmente o tempo é inimigo nessa situação, pois as discussões, com certeza deu margem a um amplo diálogo sobre que não coube ali. Fazendo-nos pensar em promover essa discussão de uma forma ampla, num projeto focado para isso.

Arte ou Vandalismo?

Enfim… Música, movimento, arte, cores, interatividade, sustentabilidade e seriedade com o tema do debate, podem resumir o que eu procurei transmitir em forma de fotos, a sensação de prestigiar de perto esse evento Cultural único e original aqui do ABC. Espero que curtam… paz…

Por Flávio Nascimento (Piuí) – Skatista, Fotógrafo, Jornalista, Professor.